Três-lagoenses precisam dar destino correto a lixos, pneus, entulhos e moveis velhos para conter uma nova epidemia

Resíduos, restos, lixo, sujeiras, entulhos, detritos, refugos, sobras, despejo, ciscos, moveis velhos. Muitos são os sinônimos, que você que está em casa observa aumentar cada dia mais.

O isolamento social tem contribuído com aumento e acumulo de lixo segundo dados a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe)

Considerado serviço essencial pela importância na relação à proteção do meio ambiente e da saúde humana, mesmo durante processos epidêmicos em andamento é essencial dar destino correto ao lixo.

O alerta fica para intensificar as ações de combate à dengue e toda população deve ajudar, casos de dengue levam a internação e o problema deve se agravar com uma nova epidemia.

Descarte correto de pneus auxilia no combate aos focos de Dengue em Três Lagoas

Descarte correto de pneus auxilia no combate aos focos de Dengue no Município

O recebimento de pneus  inservíveis, continua sendo feito normalmente pelo Ecoponto de Pneus da Prefeitura de Três Lagoas, o Ecoponto passou recentemente por uma reorganização para facilitar o recebimento e descarga por parte das empresas.

“recebemos uma média de 24 toneladas de pneus por mês. Este material ainda pode ser aproveitado na geração de energia para indústria de cimento, composição de massa asfáltica e artesanato sem fins lucrativos”, destaca Nayara Gomes da (SEMEA)

Voltado a atender os pequenos geradores o Ecoponto está localizado nas dependências do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), situado na Rua Egídio Thomé, nº 5562, Distrito Industrial de Três Lagoas.

Não usar bueiros como depósito de Lixo

O acúmulo de lixo nos bueiros deve elevar o aumento de enxurradas e sobrecarregar os sistemas de coletas d’águas pluviais, o Departamento de Serviços Públicos (DSP), realiza periodicamente a manutenção de todos os bueiros do Município, porém, a preocupação se torna maior diante dos riscos que a própria população pode causar aos dema jogando lixo nas vias, ou varrer os mesmos para dentro dos bueiros.

Cesto de contenção reduziu 90% de despejo de lixo na Segunda Lagoa

O lixo contido é retirado periodicamente pelas equipes da SEMEA

Na região dos bairros Santo André, Interlagos, Lapa e Jardim Dourados, as galerias pluviais levam a água das chuvas para a Segunda Lagoa, juntamente com lixos e objetos jogados irregularmente nas ruas, com a instalação do cesto de contenção na saída de uma das galerias a Segunda Lagoa está com índice baixo de poluição, pois, a armação retém 90% de variados tipos de lixo, como: garrafas plásticas, sacolas, papel, papelão, evitando a contaminação.

Efeitos colaterais da pandemia e o aumento da geração de lixo doméstico e hospitalar

A população três-lagoense deve reforçar os cuidados com o descarte do lixo hospitalar devido a alta demanda com uso de mascaras, principalmente, pela importância em relação à proteção do meio ambiente e da saúde humana.

O Brasil teve um aumento de 15% a 25% na quantidade de resíduos residenciais. Já para os hospitalares, o cálculo é de um crescimento de 10 a 20 vezes o volume. Veja algumas orientações de como lidar com lixo de pessoas infectadas ou assintomáticas por doenças virais:

  • Tenha duas latas de lixo isoladas em seu quarto, para uso exclusivo e contato com os demais cestos de lixo da casa. Você pode usar uma para restos orgânicos e outra para matéria reciclável.
  • Todo lixo produzido pelo paciente tem que ser depositado nesses cestos. Se a pessoa tiver que ir ao banheiro, por exemplo, tem que levar o seu cesto consigo, devidamente protegido com saco plástico, utilizá-lo e trazê-lo de volta para o quarto.
  • Depois de encher o seu saco de lixo, coloque esse material dentro de outro saco. Com uma caneta ou pincel, escreva de forma bem visível: lixo contaminante. Se quiser, pode procurar sacos adequados para isso, em locais especializados de produtos médicos. São uns sacos vermelhos, facilmente identificáveis.
  • Se você mora em um condomínio, o ideal é que avise o síndico do prédio, para que seu lixo seja recolhido de forma separada e também alocado em um espaço específico, para que não contamine as pessoas que o manuseiam e dos demais sacos de lixo.
  • É importante desinfetar o saco plástico, com o uso de luvas, assim que for entregar o lixo para recolhimento.

Objetos pontiagudos, como coletores e agulhas, o correto é utilizar caixinhas de leite vazias, que servem para acondicionar esse tipo de material e protegem as pessoas de se machucarem com esses objetos.

Veja também: 15 milhões de vacina da Pfizer chegam ao Brasil entre abril a junho

Acompanhe nossa página no Facebook

Acompanhe também nosso Instagram

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios