Numero de óbitos em Abril é maior do que nascimentos em Três Lagoas

Paulo Henrique Trannin Bernardo técnico administrativo codificador do SINAN e SINASC na SMS narra que: “É a primeira vez, desde 2007, que vejo Três Lagoas registrar mais óbitos do que nascimentos

De acordo com SINASC (Sistema de Nascidos Vivos ), em março de 2021 nasceram 168 crianças (vivas) e, em comparação com os dados disponibilizados pelo Sistema de Informação de Mortalidades (SIM), morreram, no mesmo período, 169 pessoas de causas diversas.

O mês de abril também deve ser marcado por números expressivos de óbitos pela Covid-19.

Até o dia 12 deste mês, Três Lagoas tinha o registro de 93 óbitos por diferentes causas, desse total, 58 foram causados pela Covid-19. No mesmo período, foram registrados apenas 56 nascimentos (vivos).

“Devido às altas taxas de morte, é possível supor que os casos de óbitos por Covid-19 colaboraram para que o número de nascidos fosse menor do que de mortes no mês de março”, diz Médico da SMS, Vinícius de Jesus Rodrigues,

Variantes P1 e P2 da COVID-19

A Variante P1 e P2 são extremamente mais contagiosas em pacientes entre 30 e 39 anos somam 23,6% do total de casos notificados em MS segundo dados da SES-MS.

E jovens com idade entre 20 e 29 anos representam 19% dos que testam positivo para a doença.

Boletim epidemiológico

Ontem terça-feira (13/04), Três Lagoas notificou 11.832 foram casos positivos para Covid-19,

Três Lagoas segue em alta com números de pessoas ativas para doença, mas 2.718 pessoas pode ser transmissor do vírus.

São 230 óbitos, sendo que 77 deles, o que representa 33,47% do total, foram apenas no mês de março de 2021.

Outro ponto que serve de alerta e de como as medidas de restrições, prevenção e combate são importantes, é que a média mensal de 85 notificações de óbitos em geral (todas as causas)

Em março desse ano, pior período desde o início da pandemia, subiu para 169, número elevado devido às mortes causadas pela Covid-19.

Vacinação Influenza

As vacinas já está disponível em todo estado de Mato Grosso do Sul, procure o posto de saúde mais perto de sua casa.

Entre 12 de abril e 09 de julho. A primeira fase vai de 12 de abril a 10 de maio.

Onde serão vacinados crianças, gestantes, puérperas (mulheres que tiveram filho há pouco tempo), indígenas e trabalhadores de saúde.

A segunda fase será de 11 de maio a 8 de junho e serão vacinados pessoas com mais de 60 anos e professores. 

A terceira etapa da vacinação será de 09 de junho a 9 de julho e serão vacinados indivíduos com comorbidades ou deficiências permanentes.

Com informações da Assecon

Acompanhe nossa página no Facebook

Acompanhe também nosso Instagram

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios